Sociedade | 07-11-2016 00:12

Orçamento da Câmara de Constância não chega aos 7 milhões

Município mantém apoio a eventos que promovem concelho.

A conclusão do Centro Escolar de Montalvo, a ampliação do cemitério da Portela e a reconversão urbanística do centro histórico de Constância são três das prioridades inscritas no orçamento da Câmara de Constância para 2017, que tem um valor total de 6,9 milhões de euros.

O município mantém também uma forte na organização ou apoio a eventos que ajudam a promover a imagem do concelho no exterior, como as Festas do Concelho/Festa de Nossa Senhora da Boa Viagem, as Pomonas Camonianas, o Festival das Grandes Rotas, a Feira do Livro, o Festival Internacional do Carrilhão e do Órgão, bem como actividades no Parque Ambiental de Santa Margarida, no Borboletário, no Centro Ciência Viva e na Quinta Dona Maria/Museu Quintas do Tejo.

A autarquia liderada por Júlia Amorim destaca, em nota de imprensa, as dificuldades em elaborar o plano de actividades e o orçamento e em projectar o futuro, face à escassez de receitas com que se debate. “A incapacidade de gerar receita própria coloca o município numa situação de dependência quase total da receita proveniente do Orçamento de Estado que é manifestamente insuficiente para fazer face à assunção de despesa indispensável à concretização das acções inscritas no Plano Estratégico de Constância 2020”, lê-se no comunicado.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo