Sociedade | 10-11-2016 00:02

Ruínas romanas de Vila Cardílio vão ter projecto de valorização

Vila Cardílio situa-se a cerca de três quilómetros de Torres Novas.

O levantamento topográfico e fotográfico feito em Agosto pela Direcção Geral do Património Cultural (DGPC) e pela Câmara de Torres Novas na Vila Cardílio vai servir de base à elaboração de um projecto de valorização daquelas ruínas romanas, informa uma nota do município.

Propriedade do Estado e sob a alçada da DGPC, mas com gestão cedida ao município, a Vila Cardílio, situada a cerca de três quilómetros de Torres Novas, foi posta a descoberto pelas escavações a cargo do coronel Afonso do Paço, a partir de 1962, que permitiram descobrir um conjunto de alicerces, bases de colunas e pavimentos ornamentados, pertencentes a uma antiga quinta romana, classificada como Monumento Nacional desde Janeiro de 1967.

Do vasto espólio recolhido, o Museu Municipal Carlos Reis apresenta no núcleo permanente de arqueologia, designadamente na exposição “O Canto de Avita”, moedas dos séculos II, III e IV, cerâmicas, bronzes, vidros, ânforas, anéis e uma estátua de Eros, adianta a nota.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo