Sociedade | 11-11-2016 15:01

Antigo quartel dos Bombeiros de Santarém pode vir a ter apartamentos e lojas

Do espaço em ruínas no centro da cidade pretende-se erguer um prédio para habitação e comércio.

O antigo quartel dos Bombeiros Voluntários de Santarém, no centro histórico da cidade, pode vir a tornar-se num espaço destinado a comércio, serviços e habitação caso se concretizem as intenções da empresa proprietária do imóvel.

O primeiro passo nesse sentido foi dado com o parecer positivo e unânime concedido pelo executivo camarário ao pedido de informação prévia apresentado pela Aquino Construções S.A. A Direcção Geral do Património Cultural (DGPC) também deu luz verde ao projecto considerando que se enquadra adequadamente na envolvente, "podendo contribuir para a valorização do centro histórico".

Na proposta apresentada à câmara, a empresa de Ourém explica que pretende reconstruir e remodelar a zona do antigo quartel, respeitando a morfologia urbanística e recuperando o pequeno troço da muralha classificado, libertando-o das construções anexas. O vereador do urbanismo, Luís Farinha (PSD), referiu na reunião de câmara que houve reuniões com a empresa e que existe vontade desta em concretizar esse projecto, que é também um contributo importante para a reabilitação do centro histórico da cidade.

Desde que os Voluntários de Santarém se transferiram para o novo quartel, em 2007, o antigo edifício situado nas ruas Teixeira Guedes e Antunes Júnior ficou sem utilização e entrou num processo gradual de degradação, com o surgimento de brechas na fachada que se foram agravando. Essa situação motivou a demolição parcial do imóvel por razões de segurança, em Janeiro de 2014, restando hoje apenas parte da fachada do rés-do-chão. No interior existem ainda edificações que funcionavam como torre escola e pequenas construções anexas, todas elas em adiantado estado de degradação e que devem ir abaixo.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo