Sociedade | 15-11-2016 00:02

Críticas na Gala de Mérito de Alhandra, S. João dos Montes e Calhandriz

A fusão de freguesias e o encerramento de escolas e piscinas foram objecto de palavras de desagrado na altura dos discursos.

Amílcar Fernando Lopes arrancou a maior salva de palmas na gala de Galardões de Mérito da União de Freguesias de Alhandra, Calhandriz e São João dos Montes, que decorreu na sexta-feira, 11 de Novembro, quando recebeu o galardão de Mérito Cultural. As palmas não resultaram só da atribuição do prémio ou dos agradecimentos, mas também pelas críticas que o dirigente do Clube Desportivo Recreativo e Cultural da Calhandriz deixou à fusão de freguesias e ao encerramento da escola primária e das piscinas da Calhandriz.

"Mentiria se dissesse que estou plenamente satisfeito. Não estou inteiramente satisfeito porque uma série de 'Mouzinhos da Silveira' do século XXI saíram à rua e decidiram dirigir e escrever aquilo que considero ser a pior reforma administrativa de sempre. Retiraram à Calhandriz aquilo que nem o próprio Mouzinho se atreveu a fazer. Gostaria de vos dizer que não estou plenamente satisfeito, porque a Carta Educativa (2006) retirou parte da identidade do povo da Calhandriz quando decidiu encerrar a escola primária. (…) Hoje vemos as nossas crianças irem para as piscinas em carrinhas, não sei se alugadas se por conta própria. E por falar em piscinas mentiria se dissesse que estou satisfeito quando vejo a piscina municipal da Calhandriz fechada, uma obra da Valorsul para pagar o 'smell' (cheiro) que gramamos todos os dias", afirmou Amílcar Lopes.

O presidente da Junta de Alhandra, Calhandriz e S. João dos Montes, Mário Cantiga (CDU), reforçou as palavras de Amílcar Lopes. "Acho que esta questão da agregação das freguesias não é aceitável de forma alguma", disse o autarca, acrescentando:

"Uma das maiores bandeiras do poder local é a proximidade com a comunidade e essa característica está fragilizada pois num executivo com cinco elementos onde só é possível haver uma ou duas pessoas a tempo inteiro, é impossível estar em três freguesias com a dimensão que a nossa tem".

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo