Sociedade | 21-11-2016 17:36

Ferido em incêndio num avião no aeródromo de Santarém

Ferido em incêndio num avião no aeródromo de Santarém

Ferido sofreu queimaduras na cara quando tentava colocar motor a trabalhar

Um mecânico de aviões do Aeródromo de Santarém sofreu queimaduras na face quando tentava pôr o motor de um avião a trabalhar. O acidente ocorreu na tarde desta segunda-feira, cerca das 16h00. O ferido foi transportado para o Hospital de Santarém, de onde foi transferido para Lisboa, para o Hospital de S. José, por necessitar de cuidados na unidade de queimados, que não existe em Santarém.

O responsável do aeródromo, Mário Santos, em declarações a O MIRANTE, explica que o avião, usado na aplicação de químicos na agricultura, não tinha bateria e o mecânico estava a tentar meter o motor a trabalhar com a ajuda de um aparelho acumulador de bateria. Foi nessa altura que ocorreu um curto-circuito, que provocou um incêndio na zona do motor e atingiu o mecânico.

Segundo Mário Santos, o incêndio, que foi extinto com um extintor, provocou estragos na carenagem da frente do avião e na ponta de uma asa. O avião não tem tido actividade e, explica o responsável, quando os aviões estão parados mais de oito dias liga-se o motor durante algum tempo por uma questão de manutenção e para “rodar o motor”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo