Sociedade | 06-01-2017 18:09

Estrada da Alfarrobeira em Vialonga continua a ser palco de acidentes frequentes

Uma das soluções para reduzir a sinistralidade daquela estrada em Vialonga passa por construir uma rotunda.

Na semana entre o Natal e o Ano Novo, em quatro dias, foram registados quatro acidentes na Estrada da Alfarrobeira, que liga as freguesias de Vialonga e Alverca.
A via é uma alternativa à congestionada Estrada Nacional 10 mas também a única estrada de acesso a unidades fabris e armazéns de grande dimensão situados em Vialonga, como a Central de Cervejas e o DIA, o que representa um elevado tráfego de camiões na zona. Os acidentes, sem vítimas graves, consistiram sobretudo em colisões entre ligeiros e pesados mas também entre vários ligeiros na sequência de travagens bruscas causadas por camiões que viravam no eixo da via para as fábricas. O excesso de velocidade causou também um outro acidente de um condutor que saiu da estrada e caiu dentro de uma das valas ali existentes, capotando a viatura. Estes são os casos mais recentes mas as autoridades têm um longo registo de acidentes naquela via, a maioria causados pelo mau estado do piso, passagem inferior sobre a auto-estrada demasiado estreita, fraca visibilidade, falta de mecanismos que forcem a redução da velocidade praticada pelos condutores, ausência de sinalização e pintura do pavimento. José António Gomes (CDU), presidente da Junta de Vialonga, diz que o local carece “de atenção urgente” da câmara para que “muitos dos problemas possam ser resolvidos ou minimizados”, lamentando tratar-se de uma estrada “muito perigosa”.

* Notícia desenvolvida na edição semanal de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo