Sociedade | 18-01-2017 19:08

Câmara de Tomar tem de devolver 738 mil euros de fundos comunitários

Boa parte desse valor deve-se a trabalhos que não foram feitos na requalificação da Escola Básica 2/3 Nuno Álvares Pereira.

A Câmara Municipal de Tomar vai ter que devolver cerca de 738 mil euros de fundos comunitários referentes à empreitada de requalificação da Escola Básica 2/3 Nuno Álvares Pereira, no âmbito do encerramento do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN), quadro comunitário de apoio que vigorou entre 2007 e 2013.

A presidente da autarquia, Anabela Freitas (PS), explicou na reunião de câmara de 16 de Janeiro que, daquele valor, 639 mil euros referem-se a trabalhos que não foram executados mas que foram comparticipados pela União Europeia, numa empreitada com um valor total superior a 6,2 milhões de euros.

"Estamos a preparar um plano de pagamentos para apresentar à Autoridade de Gestão" dos fundos comunitários no sentido do município cumprir aquilo que é "a notificação da própria" adiantou Anabela Freitas.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo