Sociedade | 20-01-2017 13:15

Trabalhadores da fábrica do Prado avançam com pré-aviso de greve para 1 de Fevereiro

Empresa situada em Tomar está em "lay off" desde Fevereiro de 2016.

Os trabalhadores da Fábrica Prado Karton - Companhia de Cartão, em Tomar, reunidos em plenário esta quinta-feira, 19 de Janeiro, decidiram avançar com um pré-aviso de greve para o dia 1 de Fevereiro. O anúncio foi feito hoje.

José Fonseca, delegado sindical na Prado Karton - Companhia de Cartão, disse que os trabalhadores decidiram reunir-se "perante a incerteza que se coloca quanto à capacidade de cumprimento dos acordos de rescisão que estão a ser propostos a 26 trabalhadores e ao que vai acontecer quando terminar, a 28 de Fevereiro, a comparticipação da Segurança Social no âmbito do ‘lay off’", em vigor desde Fevereiro de 2016.

O delegado sindical apontou como um dos factores de dúvida o facto de os trabalhadores ainda não terem recebido o salário de Dezembro, situação que afirmou acontecer pela primeira vez, pelo menos desde que está na empresa, há 30 anos.

A proposta de rescisão que está a ser feita, essencialmente a trabalhadores perto da idade da reforma e a pessoas com contrato, prevê o pagamento de parte da indemnização e o restante em prestações de 36 meses, disse.

Hoje, em comunicado, a União de Sindicatos de Santarém (USS/CGTP-IN) refere que "a Prado tem atravessado um lay off com as consequências financeiras que isso tem tido para os trabalhadores", tendo feito notar que, "a acrescer a essa situação, recentemente a empresa tem contactado alguns trabalhadores no sentido de rescindirem contrato sem que sejam cumpridas todas as obrigações da empresa com os trabalhadores".

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo