Sociedade | 21-01-2017 12:02

Convenção que regula gestão ibérica do Tejo revista até 2018

Ministério do Ambiente anuncia em Abrantes que quer a revisão da gestão ibérica do rio e diz que acabou a impunidade quanto à poluição.

O ministro do Ambiente anunciou, no dia 19 de Janeiro, em Abrantes, um acordo com Espanha para a revisão da Convenção de Albufeira, que regula a gestão ibérica do Tejo. O anúncio foi feito à margem da apresentação do Plano Nacional de Fiscalização e Inspecção Ambiental 2017 e vai ao encontro das preocupações manifestadas pela presidente da Câmara de Abrantes durante o encontro.

A autarca abrantina Maria do Céu Albuquerque (PS) garantiu "não ser normal" o que o ministro do Ambiente João Matos Fernandes viu ao atravessar a ponte em Abrantes, referindo-se ao cada vez mais escasso caudal de água do rio Tejo. "Desde que o açude fique em baixo o rio fica como se fosse uma ribeira", afirmou a edil.

Maria do Céu Albuquerque enalteceu a iniciativa do governo português em "trabalhar com o governo espanhol" na revisão da Convenção de Albufeira, considerando-a "obsoleta", salientando a urgência de alterar as "quotas para responder às necessidades da população" do concelho.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo