Sociedade | 24-01-2017

Oito cachorros mortos à beira Tejo em Alhandra

Oito cachorros recém nascidos foram esta segunda-feira retirados sem vida do lodo na margem do rio Tejo, no Passeio Ribeirinho que liga Alhandra a Vila Franca de Xira.

A PSP tomou conhecimento da situação através de vídeos publicados na rede social Facebook.

Os autores dos vídeos, Sara Rocha e o marido Rodrigo Caetanicho, passeavam no domingo com os filhos quando pararam para descansar numa das plataformas junto à água.

O filho de seis anos colocou a cabeça fora da plataforma e identificou, no lodo, um animal já morto. Após maior atenção a família residente em Alhandra, conseguiu identificar vários cachorros mortos por baixo da plataforma.

A PSP chamou os bombeiros de Alhandra, que retiraram os animais.

De acordo com os Bombeiros já em Agosto do ano passado houve uma situação semelhante, em que foram resgatados com vida quatro cachorros perto da marina de Alhandra.

Mais Notícias

    A carregar...
    Dançarinas ribatejanas entre as melhores da Europa
    Foto do Dia
    As atletas do Coreo Dance Project, de Benavente, e da ODAC - Oficina de Artes de Coruche alcançaram o quarto lugar na grande final europeia de dança, realizada no Palácio de Congressos de Paris. As atletas têm entre os 7 e os 24 anos e para a responsável do grupo, Marta Salsinha, foi “uma experiência incrível” poder competir com os maiores e melhores bailarinos e coreógrafos da Europa. Uma prestação que deixa orgulhosos os atletas mas também as localidades de Benavente e Coruche. Na comitiva, além dos 25 bailarinos, seguiram também pais e amigos dos atletas. Entretanto, Marta Salsinha está entre os oito nomeados para a categoria de melhor coreógrafo de estilo livre e contemporâneo de 2017, nos Prémios Internacionais Duende que distinguem o que de melhor se faz na dança em Portugal, Espanha, Gibraltar e França.
    Foto do Dia | 24-09-2017

    Edição Semanal

    Edição nº 1317
    21-09-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1317
    20-09-2017
    Capa Médio Tejo