Sociedade | 14-03-2017 00:01

Professor assassinado no Algarve viveu vários anos em Fazendas de Almeirim

Corpo de João Marcelino, 56 anos, foi descoberto no dia 10 de Março.

O professor assassinado em Portimão [Algarve], cujo corpo foi encontrada a 10 de Março, viveu vários anos em Fazendas de Almeirim, concelho de Almeirim. João Marcelino tinha 56 anos e dava aulas no Algarve, onde vivia.

Terá sido assassinado por um homem, de 29 anos. “O detido encontrou-se com a vítima em local ermo e, munido com uma faca, golpeou-a várias vezes até lhe provocar a morte, cobrindo o corpo com terra”, explicam as autoridades em comunicado.

A Polícia Judiciária (PJ) de Faro explicou que recebeu a comunicação do desaparecimento de um homem e foram encetadas diligências para o encontrar.

A investigação foi conduzida pelo Departamento de Investigação Criminal de Portimão que identificou e deteve o suspeito do homicídio a 1 de Março, em Lagoa. João Marcelino dava aulas de História na Escola de Estômbar, Lagoa. Estudou sempre no concelho de Almeirim e alguns familiares ainda vivem no concelho.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1321
    18-10-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1321
    18-10-2017
    Capa Médio Tejo