Sociedade | 17-03-2017 16:25

Prisão preventiva para suspeito de violência doméstica

Arguido, residente em Amiais de Baixo, já tinha um processo em tribunal por agredir a ex-mulher e voltou a reincidir.

Um homem residente em Amiais de Baixo, no concelho de Santarém, suspeito de ter agredido e ameaçado de morte a ex-mulher e o actual companheiro desta, vai ficar a aguardar os desenvolvimentos do processo em prisão preventiva, por determinação do tribunal. O arguido já tinha outro processo a correr no DIAP (Departamento de Investigação e Acção Penal) de Santarém devido a crimes da mesma natureza praticados contra a sua ex-mulher.

Segundo informação divulgada pela Procuradoria da Comarca de Santarém, o arguido agia movido por ciúmes, por vezes à frente dos próprios filhos menores. A mesma fonte refere que a medida de coacção agora aplicada poderá ser substituída por obrigação de permanência na habitação com vigilância electrónica, “após verificação dos pressupostos legais e aferição da distância entre a casa do arguido e a da vítima”.

O Ministério Público considera que se verificam os perigos de continuação da actividade criminosa e de alarme social na localidade onde residem o arguido e a vítima, bem como o risco de perturbação do inquérito quanto à aquisição, conservação e veracidade da prova.

Nesta investigação, o Ministério Público é coadjuvado pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1329
    13-12-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1329
    13-12-2017
    Capa Médio Tejo