Sociedade | 04-04-2017 14:16

Câmara de Tomar abre processo de averiguações no caso da segunda multa à presidente

Câmara de Tomar abre processo de averiguações no caso da segunda multa à presidente

Anabela Freitas afirma que não teve uma única intervenção neste processo.

A Câmara Municipal de Tomar vai abrir um processo de averiguações no sentido de apurar se os serviços da autarquia têm ou não culpa na falta de resposta ao munícipe Benvindo de Jesus Baptista por parte da presidente da Câmara, Anabela Freitas.

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Leiria voltou a condenar a presidente da Câmara Municipal de Tomar desta vez a pagar do seu próprio bolso 7817.50 euros por litigância de má-fé.

Afirmando que não teve “uma única intervenção neste processo” Anabela Freitas garantiu a O MIRANTE que após as averiguações, realizadas por alguém externo à Câmara Municipal, “as conclusões determinarão se os funcionários do município serão alvo de sanções” nomeadamente de “processo disciplinar”.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo