Sociedade | 09-04-2017 19:01

Comandante dos Voluntários de Alhandra homenageado na sua despedida

Comandante dos Voluntários de Alhandra homenageado na sua despedida
Foto de Ricardo Caetano

Jerónimo Caetano despede-se dos Bombeiros de Alhandra com muitas histórias na bagagem.

No mundo dos bombeiros da região de Lisboa não há quem não conheça Jerónimo Caetano, o carismático comandante dos Voluntários de Alhandra, concelho de Vila Franca de Xira. Talvez por isso o quartel da vila ribatejana tenha sido pequeno para acolher todos os que quiseram homenagear num jantar o homem que, nos últimos 19 anos, comandou aquela corporação e que admite sair com um mundo de memórias na bagagem.

Jerónimo Caetano, 66 anos, deixou o cargo por ter atingido o limite de idade previsto na lei. Está ligado aos bombeiros há 50 anos e no quadro de comando desde 1976. Antes de Alhandra passou pelos Sapadores em Lisboa e esteve presente nos maiores incêndios da capital, como o do Chiado, da Faculdade de Ciências e o dos Jerónimos.

Foi mergulhador durante 20 anos e percorreu as principais barragens do país. Na hora da saída falou a O MIRANTE sobre como é deixar para trás uma vida. "Eu praticamente vivia aqui, é no quartel que tenho a família e os amigos, é aqui que tenho tudo. O sentimento é complicado, quando o alarme toca ainda dou um salto. Tenho uma grande tristeza de me separar disto", confessa.

Na hora de abandonar a secretária juntou os papéis e documentos, somou tudo e acredita ter investido mais de 40 mil horas ao serviço dos bombeiros.

* Entrevista completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo