Sociedade | 12-04-2017 16:02

Vandalismo anti-taurino em VFX aumentou vendas para festival na cidade

Vandalismo anti-taurino em VFX aumentou vendas para festival na cidade

Praça de toiros, monumento ao forcado e várias zonas da cidade apareceram manchados de tinta.

Os actos de vandalismo praticados na praça de toiros Palha Blanco, no monumento ao forcado e em vários locais públicos de Vila Franca de Xira por anti-taurinos na madrugada de domingo, 9 de Abril, tiveram um efeito oposto e até ajudaram a vender bilhetes para o festival tauromáquico que se realizou nesse dia.

A revelação é de Paulo Pessoa de Carvalho, empresário que explora aquela praça, propriedade da Santa Casa da Misericórdia de VFX. Durante a noite e às escondidas, desconhecidos sujaram o monumento ao forcado de tinta vermelha e escreveram “sangue das touradas” junto do mesmo. Também nas paredes da praça de toiros apareceram pintadas as palavras “tortura”, “sangue” e “vergonha”.

O empresário condena o vandalismo mas nota que a atitude teve um efeito contrário. “Sentimos todos uma grande tristeza pela falta de respeito e pluralismo de opinião de pessoas com mentalidade perversa e cobarde. O que aconteceu foi quase um acto de terrorismo selvagem, altamente condenável e de ataque à liberdade que, curiosamente, teve efeito contrário. Muita gente ficou indignada e gerou-se uma grande onda de solidariedade”, revela a O MIRANTE.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1321
    18-10-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1321
    18-10-2017
    Capa Médio Tejo