uma parceria com o Jornal Expresso
18/08/2017
30 anos do jornal o Mirante
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
Sociedade | 15-04-2017 00:01

Prémio suplementar para aluna de Coruche para corrigir injustiça

Em causa está lista de alunos que receberam Prémios de Mérito Escolar.

A vereadora da Câmara de Coruche Liliana Pinto (PSD) questionou o presidente do município, Francisco Oliveira (PS), durante a última reunião camarária, sobre a lista de alunos que receberam Prémios de Mérito Escolar – Coruche 2020, no ano passado, no valor de 250 euros cada.

Liliana Pinto diz que o encarregado de educação de uma aluna pediu explicações, querendo saber por que razão a sua filha não estava na tal lista realizada pelo Agrupamento de Escolas de Coruche. A aluna, pelas notas que teve, foi distinguida pelo Ministério da Educação mas o seu nome não estava na lista que foi aprovada em reunião camarária.

Francisco Oliveira justificou a situação dizendo que houve “uma interpretação desadequada”. O autarca refere que a dúvida prendeu-se com a disciplina de Educação Física. Na altura em que foi feita a lista pelo Agrupamento de Escolas de Coruche, posteriormente dada à câmara, não foi referido se essa disciplina fazia ou não parte dos cálculos da média dos alunos, deixando ao critério do município decidir. “Não vamos rectificar a lista nem retirar os prémios”, afirma o presidente da Câmara de Coruche, informando que vai criar um prémio suplementar “para corrigir esta injustiça”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1312
    16-08-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1312
    16-08-2017
    Capa Médio Tejo