uma parceria com o Jornal Expresso
24/04/2017
30 anos do jornal o Mirante
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
Sociedade | 19-04-2017
Escapa a bala perdida à hora da procissão em Coruche
Empresário Diamantino Diogo conta história na rubrica Duetos Improvisados

No dia 15 de Agosto de 1966, numa zona de guerra em Angola, Diamantino Diogo, pensava na procissão de Nossa Senhora do Castelo que àquela hora estava a começar na sua terra, em Coruche. Foi quando uma bala disparada do mato lhe passou a centímetros da cabeça. Antes de partir para a guerra tinha colocado um ex-voto na Ermida da Santa a pedir-lhe ajuda. Não acredita em milagres mas diz que sempre teve sorte na vida.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...
    Edição Semanal
    Edição nº 1295
    20-04-2017
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1295
    20-04-2017
    Capa Vale Tejo