Sociedade | 22-04-2017 12:43

Misericórdia do Entroncamento volta a ter Provedor seis meses depois

Foram eleitos ontem, 21 de Abril, ao fim do dia, os corpos sociais da Santa Casa da Misericórdia do Entroncamento. O mandato é de quatro anos e o cargo de Provedor passa a ser ocupado pelo juiz reformado, Firmino Falcão.

Uma das particularidades da lista única que concorreu às eleições é o facto de o presidente da câmara municipal, Jorge Faria (PS), ser o novo presidente do conselho fiscal (cargo que também ocupa nos bombeiros voluntários) e a vice-presidente da câmara, Ilda Joaquim, passar a integrar a mesa da assembleia-geral.

No site oficial da Santa Casa não foi divulgada qualquer informação sobre o resultado das eleições mas o jornal digital entroncamentoonline adianta que a lista, que entre efectivos e suplentes engloba 19 elementos, foi eleita por unanimidade pelos 37 elementos presentes na assembleia eleitoral.

A Misericórdia do Entroncamento que tem um hospital, uma unidade de cuidados continuados e dois lares de idosos, estava a ser gerida por uma comissão administrativa nomeada pelo Bispo da Diocese de Santarém, desde a demissão inesperada e nunca justificada do anterior Provedor, Manuel Fanha Vieira, a 26 de Outubro do ano passado, a que se seguiu a demissão dos restantes elementos dos corpos sociais.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Médio Tejo