Sociedade | 24-04-2017 11:46

Projecto de valorização encerra grutas de Lapas de Maio a Setembro

Projecto de valorização encerra grutas de Lapas de Maio a Setembro

Intervenção, da responsabilidade da Câmara de Torres Novas, visa aumentar a atractividade do local.

As grutas de Lapas, a cerca de dois quilómetros de Torres Novas, vão ser valorizadas, com uma intervenção na ordem dos 70 mil euros paga pelo município. A empreitada adjudicada a uma empresa de Torres Novas – a Eco Edifica, Ambiente e Construções SA. - visa sobretudo criar um percurso de interpretação, com conteúdos da responsabilidade da empresa Maquettree, de Soudos, estando também envolvida nos trabalhos uma arqueóloga de Lapas. A ideia é valorizar as grutas como elemento patrimonial singular e elemento diferenciador na oferta turística regional.

O projecto inclui, além de intervenções físicas, também uma componente de conteúdos, procurando criar novas condições de atractividade e interpretação do conjunto que corresponde ao maior e mais importante sítio nacional com grutas artificiais escavadas em tufo calcário. A intenção é passar dos actuais três mil visitantes ano para os cinco mil, indicou um dos responsáveis do projecto da autarquia, Jorge Simões, durante a apresentação no dia 22 de Abril, em Lapas. O outro responsável é João Paulo Fernandes, também funcionário da Câmara Municipal de Torres Novas.

As obras iniciam-se no final de Maio e têm duração prevista de 90 dias. As grutas serão encerradas ao público no dia 2 de Maio e está prevista a sua reabertura no último fim de semana de Setembro, durante as Jornadas Europeias do Património 2017.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Médio Tejo