Sociedade | 01-05-2017 00:59

Parasita com apoio de 3 mil euros da Câmara de Santarém

Associação Parasita, da Póvoa de Santarém, encontra-se a dinamizar projecto Nova-Velha Dança.

A Câmara de Santarém vai atribuir um apoio financeiro de três mil euros à Associação Parasita, uma das mais novas agremiações do concelho vocacionada para as artes contemporâneas com enfoque na dança contemporânea.

A Associação Parasita, sob orientação do dançarino e coreógrafo João dos Santos Martins, nascido na Póvoa de Santarém, encontra-se a dinamizar na cidade o projecto Nova-Velha Dança, no qual propõe um ciclo artístico, teórico e pedagógico sobre Dança em Portugal, distribuído por cinco meses (até Junho) e composto por espectáculos articulados com conversas que privilegiam debates e partilhas entre artistas e publico.

Contempla ainda exposições e workshops, instalações e residências de criação de projectos em estreia, a realizar em Santarém, em parceria com o município, através do Teatro Sá da Bandeira e a Incubadora d'Artes, e também com a Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, no sentido de valorizar os espaços e estruturas existentes e disponíveis, bem como contribuir para o acesso generalizado às artes contemporâneas.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo