uma parceria com o Jornal Expresso
22/06/2017
30 anos do jornal o Mirante
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
Sociedade | 11-05-2017 14:48
1.500 peregrinos em Minde esta quinta-feira
Aberto todo o ano para apoio ao peregrino o pavilhão é gerido pela paróquia local.

Um quartel de bombeiros e um pavilhão construído com a ajuda da população de Minde, concelho de Alcanena, esperam receber, esta quinta-feira, 11 de Maio, cerca de 1.500 peregrinos para o descanso diário antes da última etapa da caminhada até Fátima.

O grande fluxo de peregrinos vindos do sul esteve esta quarta-feira em Alcanena. Alguns grupos de peregrinos optaram por começar a caminhada um dia antes para evitar o dia mais crítico.

O pavilhão Ana Sonça, em Minde, recebe hoje peregrinos de Lisboa, Tires e Setúbal. Um total de 230. Esta quinta-feira enche com 930 pessoas.

Aberto todo o ano para apoio ao peregrino, o pavilhão é gerido pela paróquia local e o acolhimento de forma gratuita é garantido por voluntários, entre os quais enfermeiras do centro de saúde local, pessoas da terra que cresceram no espírito da ajuda ao peregrino.

Doze pessoas da área da saúde, entre médicos e enfermeiros, acompanham os peregrinos nesta ultima etapa. As bolhas nos pés são um dos principais problemas encontrados, mas, ainda assim, contam, nos dias de hoje, as pessoas chegam menos maltratadas.

“Dantes, era muito pior. Actualmente, os grupos estão mais organizados e há mais cuidados”, explicou a enfermeira Carla Ramos.

António Santarém, 74 anos, é quem gere todo a logística do pavilhão, em nome da paróquia: “É uma missão. Tenho esta há quatro anos. É uma obra da paróquia, não é do António ou do Santarém”.

“É muito gratificante porque, sabe, quem dá fica mais contente do que quem recebe”, disse.

Desde Fevereiro, conta, este pavilhão já recebeu 1.600 peregrinos e, em ano de visita do Papa, há um aumento substancial de procura.

Questionado sobre a motivação de tantos peregrinos, o senhor Santarém (como é chamado) responde: “Noventa por cento vem por fé; os outros 10 por cento por companheirismo”.

Bem próximo deste pavilhão, o quartel dos bombeiros está também mobilizado para o apoio ao peregrino. É já uma tradição local.

Na quinta-feira, são esperados 505 peregrinos. Hoje recebem 100.

À porta, uma tenda da Ordem Cruz de Malta com três pessoas para prestar os primeiros cuidados de saúde à chegada.

Quarenta e cinco mil peregrinos a pé são esperados em Fátima para as celebrações do Centenário das Aparições, cerimónias que contam com a presença do Papa Francisco.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...
    Edição Semanal
    Edição nº 1304
    22-06-2017
    Capa Vale do Tejo
    Edição nº 1304
    21-06-2017
    Capa Médio Tejo