uma parceria com o Jornal Expresso
22/06/2017
30 anos do jornal o Mirante
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
Sociedade | 19-05-2017 18:20
Demitiu-se o presidente dos Bombeiros de Salvaterra
Alírio Belchior alegou o facto de estar há algum tempo a trabalhar no estrangeiro

O presidente dos Bombeiros Voluntários de Salvaterra de Magos demitiu-se do cargo. Alírio Belchior alegou o facto de estar há algum tempo a trabalhar no estrangeiro e não fazer sentido manter esta situação de dirigente à distância, segundo explicou a O MIRANTE, César Diogo, tesoureiro da corporação. O mandato desta direcção termina em Dezembro e até lá vai assumir a presidência o actual vice-presidente, João Silva.

A demissão de Alírio Belchior surge também numa altura em que há um conflito entre a direcção e o comandante Paulo Dionísio, que foi suspenso preventivamente, pela direcção, enquanto funcionário da associação. Decorrem processos disciplinares contra o comandante, que, segundo César Diogo, devem estar concluídos dentro de semanas. O MIRANTE sabe que entretanto o comandante avançou com um processo em tribunal contra a direcção por causa desses processos.

O comandante, que foi empossado no cargo há dois anos, foi suspenso alegadas falhas na relação laboral, que a instituição não divulga enquanto decorrerem os processos. Paulo Dionísio mantém o cargo de comandante, uma vez que as questões operacionais não dependem da direcção dos bombeiros e são tuteladas pela Autoridade Nacional de Protecção Civil.

Apesar de estar suspenso como funcionário, o comandante pode continuar a tomar decisões no âmbito das funções operacionais e por via disso não pode ser impedido de entrar no quartel.

César Diogo diz que “não há relação possível com o comandante” e que a nomeação deste, por esta direcção, “foi um erro”.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...
    Edição Semanal
    Edição nº 1304
    22-06-2017
    Capa Vale do Tejo
    Edição nº 1304
    21-06-2017
    Capa Médio Tejo