uma parceria com o Jornal Expresso
20/08/2017
30 anos do jornal o Mirante
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
Sociedade | 31-05-2017 19:48

Dono de cão acusado de ofensas à integridade física por negligência e omissão de auxílio

Caso ocorreu em Agosto de 2016 em Tomar.

O Ministério Público acusou o dono de uma cadela de raça Rottweiler da prática de um crime de ofensas à integridade física por negligência e de um crime de omissão de auxílio.

De acordo com a acusação, em Agosto de 2016, o arguido soltou a cadela na Mata Nacional dos Sete Montes, no centro de Tomar, deixando-a em liberdade, sem trela e sem açaime, tendo a Rottweiler corrido em direcção a uma pessoa que se encontrava a passear, mordendo-a no antebraço esquerdo.

O dono verificou que a vítima apresentava ferimentos no antebraço e não lhe prestou qualquer ajuda, nem providenciou pela sua obtenção, afirma uma nota publicada esta quarta-feira, 31 de Maio, na página da Procuradoria da Comarca de Santarém, adiantando que o arguido foi notificado da acusação para julgamento em Tribunal Singular, tendo já decorrido o prazo para abertura de instrução.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1312
    16-08-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1312
    16-08-2017
    Capa Médio Tejo