Sociedade | 01-06-2017 09:26

Gruta da nascente do Alviela é património natural desconhecido por muitos

Gruta da nascente do Alviela é património natural desconhecido por muitos

Local é um tesouro por descobrir em Alcanena.

José e Margarida Soares, de 7 e 4 anos, entraram sem medo pela primeira vez na gruta nascente do Alviela, na tarde de domingo, 21 de Maio, através de uma actividade organizada pela SPE (Sociedade Portuguesa de Espeleologia) no âmbito do 1.º Festival de Biodiversidade, nos Olhos d'Água, em Alcanena.

O pai, Cristiano Soares, residente em Alcanena, que acompanhou toda a visita, não tem dúvidas em admitir que esta é uma experiência única e tem pena de haver muita gente dessa zona que nunca lá entrou. Acredita ainda que seria “bastante interessante” que este tipo de visitas estivessem disponíveis para alunos das escolas da zona. Já Gonçalo Trindade, de 38 anos, residente no Entroncamento e também estreante nestas andanças, é da mesma opinião. “ É pequena a viagem mas é bonito e para quem gosta deste tipo de coisas e não tiver medo acho que vale a pena”, afirma.

O casal Arminda Alves e Elísio Bento, de 54 e 57 anos, respectivamente, também aproveitou a oportunidade para conhecer a gruta. Algo que sempre lhes despertou “todo o interesse” devido ao facto de viverem em plena serra, na freguesia de São Bento, concelho de Porto de Mós, e terem perto de sua casa alguns algares que são bastante visitados ou eram há uns anos atrás. Arminda admite que “qualquer pessoa com uma mobilidade normal consegue perfeitamente chegar até à parte da plataforma dos mergulhadores e por isso não há que temer”.

“Esta actividade é para o público dos 8 aos 80”, refere Ilda Calçada, espeleóloga da Sociedade Portuguesa de Espeologia (SPE), acrescentando que o que se procura é, não só, promover o património geológico da região, mas também despoletar “esse bichinho” pela espeleologia que muita gente ainda não descobriu. Ilda afirma que esta é uma actividade segura e se todo o equipamento, desde capacetes a cordas, for usado com o devido cuidado, não haverá qualquer risco.

* Reportagem completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo