Sociedade | 07-06-2017

Ambientalistas revelam danos do Mouchão da Póvoa

Há mais de um ano e meio que o problema se arrasta sem solução à vista.

A coligação ambientalista C6, que reúne as principais associações de defesa e protecção ambiental do país, revelou esta semana um vídeo onde mostra o avançado estado de degradação do mouchão da Póvoa, situado na Póvoa de Santa Iria, concelho de Vila Franca de Xira.

Os ambientalistas reuniram-se na Póvoa no dia 3 de Junho para exigir que o espaço seja declarado zona de calamidade ambiental.

Pedem também uma intervenção urgente das entidades competentes.

Há mais de um ano e meio que o problema se arrasta sem solução à vista.

Mais de 300 hectares de solo cultivável foram perdidos e as associações dizem que a inundação vai trazer fortes impactos na dinâmica das marés e na biodiversidade da zona.

Os responsáveis alertam também que a situação, a continuar, vai colocar em risco os restantes dois mouchões do concelho de Vila Franca de Xira.

A coligação ambientalista C6 engloba o Grupo de Estudos para o Ordenamento do Território e Ambiente, a Quercus, o Fundo para a Protecção dos Animais Selvagens, a Liga para a Protecção da Natureza, a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves e o World Wide Fund for Nature.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo