Sociedade | 14-06-2017 18:10

Comerciantes queixam-se de falta de estacionamento em Torres Novas

Comerciantes queixam-se de falta de estacionamento em Torres Novas
Foto de arquivo

Estacionamento na Praça de 5 de Outubro foi parar à reunião de Câmara de Torres Novas.

A falta de estacionamento no centro da cidade de Torres Novas tem motivado queixas por parte de comerciantes e de quem lá se desloca para ir fazer compras no comércio tradicional, ir trabalhar ou simplesmente para ir à farmácia ou ao café.

Manuel Clementino, representante dos comerciantes da Praça 5 de Outubro, em pleno centro histórico, é um dos muitos torrejanos que lamenta a situação, contando que em 2013 fez um pedido à Câmara de Torres Novas para que lhe fosse atribuido um lugar de estacionamento na Praça 5 de Outubro. Passado ano e meio a resposta foi negativa, mas não convenceu Manuel Clementino.

Entretanto, refere Manuel Clementino, o município concedeu quatro lugares a um autocarro que “vem cá apenas 10, 12 ou 20 vezes por ano”. O que o levou a questionar, na última reunião do executivo camarário, os critérios adoptados pela autarquia. O munícipe afirma ainda que não entende por que razão os habitantes de Torres Novas e os comerciantes têm 30 minutos de estacionamento e o do autocarro é ilimitado.

“Os torrejanos que vêm de carro para dentro à cidade para fazer compras ao comércio tradicional deixam o carro onde”, interroga, dizendo que se deixar num lugar onde não é permitido estacionar “a polícia cai logo em cima imediatamente”.

O presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira (PS), esclarece que a Praça 5 de Outubro tem características especiais e é difícil agradar a todos os que queiram lugares específicos de estacionamento.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo