Sociedade | 15-06-2017 10:06

Amputado com dificuldades em sair de casa por falta de acessos

Amputado com dificuldades em sair de casa por falta de acessos

Caso passa-se no Bairro do Girão em Santarém.

Carlos Moita Sousa está impossibilitado de sair do bairro onde reside. O munícipe, que está numa cadeira de rodas depois de ter sido amputado a uma das suas pernas em Janeiro deste ano devido a diabetes, depende da ajuda da mãe, de 84 anos, de um vizinho ou dos bombeiros para descer as escadas até ao elevador, situado num patamar abaixo do seu apartamento, e assim chegar à saída do prédio onde vive no Bairro do Girão, em Santarém.

Depois, já no exterior, tem outro obstáculo para vencer: entre o passeio e a rua há um desnível de cerca de 20 centímetros e não existem rampas para cadeiras de rodas. “São os bombeiros que me carregam porque de outra maneira não consigo passar deste passeio”, conta o morador.

E Carlos não pede muito: “Só precisava de um bocado de cimento para descer este degrau de passeio e um corrimão no vão de escadas de acesso ao elevador”, queixa-se, admitindo que ficaria mais autónomo e teria mais qualidade de vida.

Contactada pelo O MIRANTE, o município garante que um técnico irá deslocar-se à casa de Carlos Sousa e analisar o caso.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo