Sociedade | 25-06-2017 20:48

Estudo de antropóloga canadiana em Santarém valeu bolsa da National Geographic

Ellie Gooderham recebeu bolsa para o estudo “Crianças como indicadores das mudanças sociais e de desenvolvimento durante o período islâmico em Portugal”.

Uma antropóloga canadiana que, no âmbito de uma parceria entre a Câmara de Santarém e uma universidade no Canadá, está a estudar restos humanos do período medieval islâmico de Santarém, recebeu uma bolsa de investigação da National Geographic Society.

Em comunicado, a Câmara de Santarém afirma que a parceria com a Simon Fraser University (de Vancouver) está na origem da “escola de Verão” que se realizou na cidade em 2015 e 2016, aproveitando o “vasto legado de dezenas de milhares de anos de ocupação humana” que torna Santarém no município português “com um número mais elevado de séries de enterramentos individualizados e devidamente conhecidos”.

A antropóloga Ellie Gooderham recebeu a bolsa da National Geographic para o estudo “Crianças como indicadores das mudanças sociais e de desenvolvimento durante o período islâmico em Portugal”, feito a partir de “restos osteológicos (ósseos) humanos subadultos provenientes de Santarém, do período medieval islâmico”.

Neste Verão, o laboratório do Serviço Municipal de Arqueologia acolhe um doutorando da Universidade de Berkeley (EUA) que se encontra também a iniciar o seu trabalho de investigação com material ósseo humano oriundo de contextos arqueológicos da cidade de Santarém, acrescenta a nota.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo