Sociedade | 26-06-2017 10:21

Toiros de fogo em Benavente nas mãos do Ministério Público e da IGAC

Toiros de fogo em Benavente nas mãos do Ministério Público e da IGAC

GNR identificou organização de evento em que cornos do toiro são colocados a arder

A GNR mandou para o Ministério Público e para a Inspecção Geral das Actividades Culturais (IGAC) um relatório sobre a actividade “touros de fogo” em Benavente, aguardando que estas entidades avaliem se existe crime ou não. Guarda identificou os organizadores da actividade nas Festas da Sardinha Assada de Benavente, na quinta-feira, tendo a iniciativa sido suspensa por decisão da organização. Esta iniciativa consiste em colocar um material inflamável nos cornos do toiro, que ficam em chamas durante algum tempo, e soltar o animal na manga das picarias.

Para já a GNR não avança com indícios de crime. Cabe ao Ministério Público avaliar a situação e à IGAC, que tem competência na área da tauromaquia, pronunciar-se se o espectáculo está autorizado como actividade tauromáquica e se existe maus tratos a animais.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo