Sociedade | 29-06-2017 11:11

Chamadas para o parque natural vão parar ao telemóvel de morador de Minde

Chamadas para o parque natural vão parar ao telemóvel de morador de Minde
Printscreen da página do Google. O contacto telefónico encontra-se do lado direito, umas linhas abaixo do que é visível.

José Pires está farto de receber telefonemas destinados ao Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros devido a erro na informação disponibilizada na Internet.

O contacto telefónico associado ao Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros (PNSAC) que se encontra divulgado na Internet através do motor de busca Google pertence a um habitante de Minde, no concelho de Alcanena, que está farto de receber chamadas destinadas a essa entidade. A situação já dura há cerca de um mês e José Pires não sabe como resolver o imbróglio. Já expôs o caso ao PNSAC, mas esta terça-feira, 27 de Junho, tudo continuava na mesma.

O MIRANTE fez a pesquisa por “PNSAC” no Google e a área que surge em destaque, à direita do ecrã, divulga várias informações sobre o parque natural e um único contacto telefónico, começado por 92, que corresponde ao do morador de Minde. Após termos conhecimento da situação, experimentámos ligar e foi José Pires quem atendeu e contou que já recebeu 20 ou 30 chamadas sobre diversos assuntos, nomeadamente de pessoas interessadas em fazer passeios ou outras actividades naquela área protegida.

O PNSAC tem contactos disponibilizados noutras páginas da Internet, designadamente nos sites do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas e da Câmara Municipal de Porto de Mós, correspondentes a números fixos das suas instalações em Rio Maior (243 999 480/7) e em Porto de Mós (244 491 904), não aparecendo o número que está errado.

O MIRANTE enviou um pedido de esclarecimentos sobre o assunto ao PNSAC, não tendo obtido resposta até ao fecho desta edição.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo