Sociedade | 29-06-2017 18:40

Ministério Público investigou 297 casos de menores suspeitos de crimes em 2016

Dos 229 inquéritos concluídos no distrito de Santarém foram aplicados 42 castigos.

O Ministério Público movimentou no ano passado, na área da Comarca de Santarém, que abrange todo o distrito, 297 inquéritos tutelares educativos, que envolviam menores de idade suspeitos de crimes. Os dados constam do relatório anual do Ministério Público da Comarca de Santarém.

Dos inquéritos que estiveram nas mãos dos procuradores, foram findados 229 processos, tendo ficado 168 pendentes. No ano de 2015 tinham transitado 152 inquéritos por concluir.

A maior parte dos casos qualificados como crime diz respeito a ofensas à integridade física, ou seja agressões, seguindo-se o furto simples. O Ministério Público aplicou 42 medidas tutelares.

Durante o ano de 2016, foram investigados 49 casos de ofensas à integridade física e 46 de furto simples. Os procuradores do Ministério Público tiveram também 19 inquéritos relativos a crimes de dano, 15 de ameaça e 10 de injúrias. Seguiram-se casos de crimes de furto qualificado (6), condução sem habilitação legal (4), abuso sexual de criança (3), tráfico de droga (2) e coacção (2).

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo