uma parceria com o Jornal Expresso
27/07/2017
30 anos do jornal o Mirante
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
Sociedade | 03-07-2017 19:13

Três feridos mais graves no incêndio de Abrantes são da Chamusca

No total este incêndio provocou sete feridos, dois bombeiros e cinco elementos da equipa da AFOCELCA.

Três elementos de uma equipa da AFOCELCA, residentes no concelho da Chamusca, ficaram feridos na tarde desta segunda-feira, 3 de Julho, no incêndio que deflagrou na zona de Crucifixo, freguesia do Tramagal, concelho de Abrantes.


Dois dos homens, com idades compreendidas entre os 23 e os 35 anos, estão em estado grave e o terceiro elemento é considerado ferido ligeiro. As duas vítimas que inspiravam mais cuidados foram transferidos de helicóptero para "unidades de tratamento de queimados" do Hospital da Prelada, no Porto, e no Hospital de São José, em Lisboa.


Um dos elementos foi transferido por inalação de fumos e intoxicação, outro apresentava queimaduras em 40 por cento do corpo e o ferido ligeiro queimaduras numa perna.


No total este incêndio provocou sete feridos, dois bombeiros e cinco elementos da equipa da AFOCELCA.


A AFOCELCA, um Agrupamento Complementar de Empresas, foi criada em 2002 pela união de esforços entre as empresas Aliança Florestal (Grupo Portucel-Soporcel), Celbi (Stora-Enso), e Silvicaima (Caima), mantendo-se atualmente do grupo The Navigator Company e do grupo ALTRI.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...