Sociedade | 05-07-2017 12:30

Internet gratuita no centro histórico de Santarém

Projecto vai disponibilizar 28 zonas de acesso gratuito à Internet.

A Câmara de Santarém vai implementar brevemente Wifi inteligente no centro histórico da cidade, que vai permitir aos habitantes e visitantes terem acesso à Internet e a informação sobre Santarém, através de um qualquer dispositivo móvel, como smartphone, tablet ou computador portátil.

O projecto vai disponibilizar 28 zonas de acesso gratuito à Internet, contemplando os seguintes pontos: Praça do Município, Largo Infante Santo, Praça Marquês Sá da Bandeira, Praça Visconde Serra do Pilar (Largo de Marvila), Terreirinho das Flores, Largo Engenheiro Zeferino Sarmento, Rua Capelo Ivens, Rua Serpa Pinto, Rua 1º de Dezembro, Rua João Afonso, Rua Arco de Mansos, Rua Guilherme de Azevedo, Rua Teixeira Guedes, Largo Pedro Álvares Cabral, Rua Vila de Belmonte, Rua de São Martinho, Jardim Portas do Sol, Jardim da República e Jardim da Liberdade

Os principais monumentos da cidade também vão beneficiar desse serviço, casos do Convento de S. Francisco, Sé Catedral, Igreja da Graça, Igreja de S. João do Alporão, Torre das Cabaças, Igreja de Santa Maria de Alcáçova, Museu Diocesano de Santarém, Centro de Interpretação Urbi Scallabis e Núcleo Museológico de Arte e Arqueologia do Museu Municipal de Santarém.

Esta medida decorre de uma candidatura do município ao “Programa Valorizar”. Representa um investimento de 55.600 euros, comparticipado pelo Turismo de Portugal em 90%, o equivalente a 50 mil euros.

Mais Notícias

    A carregar...
    Caipirinhas para todos os gostos
    Foto do Dia
    As caipirinhas são a aposta há oito anos da van food “Caipi Joca’s”, de Carlos Travessa, um dos presentes na 4.ª edição do Festival Reverence que decorreu nos dias 8 e 9 de Setembro, pela primeira vez, na Ribeira de Santarém. A residir em Salvaterra de Magos, o empreendedor de 38 anos começou o negócio juntamente a sua sócia, Josélia Godinho, de 33 anos, depois de ter tido muito sucesso com o seu bar exclusivo de caipirinhas nas festas de Salvaterra de Magos. O nome surgiu de uma junção de “Caipi” (caipirinhas), “Jo” (Josélia) e “Ca” (Carlos). Entre as várias caipirinhas à disposição, a que está no topo das preferências é a tradicional com cachaça.
    Foto do Dia | 22-09-2017

    Edição Semanal

    Edição nº 1317
    21-09-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1317
    20-09-2017
    Capa Médio Tejo