Sociedade | 06-07-2017 10:35

Mulher em greve de fome devido a retirada da filha adoptiva

A mulher encontra-se junto à entrada do antigo quartel, onde está instalado o tribunal, e diz que vai permanecer ali, em greve de fome, até que a saúde lhe permita

Rosário Valério, de 49 anos, natural de Samora Correia, está em greve de fome desde a manhã de quarta-feira, 5 de Julho, junto ao antigo quartel da Escola Prática de Cavalaria, em Santarém, em protesto por o Tribunal de Família e Menores lhe ter retirado a sua filha adoptiva, de 15 anos, que foi institucionalizada.

A mulher encontra-se junto à entrada do antigo quartel, onde está instalado o tribunal, e diz que vai permanecer ali, em greve de fome, até que a saúde lhe permita. Entretanto, refere que vai seguir os trâmites legais e recorrer da decisão e também admite que vai participar da juíza ao Conselho Superior de Magistratura, por considerar a decisão “incompreensível”, ainda mais por ver que a filha já se encontra melhor psicologicamente.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1325
    15-11-2017
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1325
    15-11-2017
    Capa Vale Tejo