Sociedade | 08-07-2017 00:08

Defesa do meio ambiente já lhe valeu críticas e ameaças

Defesa do meio ambiente já lhe valeu críticas e ameaças

Victor Santos não se limita às palavras e vai zelando como pode e sabe por um ambiente melhor na zona onde vive.

Victor Santos, um cabeleireiro e produtor de eventos de Monsanto, considera-se um cidadão atento e preocupado com as questões ambientais, como os despejos de lixo nas matas e florestas do concelho de Alcanena ou a afixação de cartazes de plástico com pregos nas árvores que ladeiam as estradas municipais e nacionais publicitando acontecimentos vários, que ali ficam até que o tempo os degrade.


Há alguns meses, Victor Santos decidiu começar a recolher lixo encontrado em vários pontos de algumas freguesias do concelho de Alcanena e cartazes de plástico afixados em árvores, não só no concelho de Alcanena, mas também em freguesias dos concelhos de Santarém e de Porto de Mós. Registou os casos em fotografia e publicou-as na sua página da rede social Facebook, chamando assim a atenção dos responsáveis autárquicos e cidadãos comuns. “Foi a forma que encontrei para denunciar estes atentados ao ambiente e sensibilizar para tentar mudar atitudes”, revela a O MIRANTE.


A acção não foi bem recebida por alguns presidentes de junta. Na freguesia de Bugalhos, junto à base do Intermarché, Victor Santos recolheu em Abril vários sacos de lixo, porque considera que a freguesia mais internacional do concelho de Alcanena precisa de se apresentar limpa e apelativa. Colocou fotos na sua página do Facebook dos montes de lixo para chamar a atenção dos que prevaricam, mas a iniciativa não foi bem acolhida pelo presidente da junta, José Luis Ramos, que disse não reconhecer legitimidade ao cidadão para considerar a freguesia como lixo e acrescentou que existem locais lindissímos em toda a freguesia. Respondeu ainda no Facebook que na Junta de Freguesia de Bugalhos existe um sistema próprio para deixar esse tipo de informação, não através do Facebook, e considerou o assunto encerrado.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE. AQUI

Mais Notícias

    A carregar...
    Dançarinas ribatejanas entre as melhores da Europa
    Foto do Dia
    As atletas do Coreo Dance Project, de Benavente, e da ODAC - Oficina de Artes de Coruche alcançaram o quarto lugar na grande final europeia de dança, realizada no Palácio de Congressos de Paris. As atletas têm entre os 7 e os 24 anos e para a responsável do grupo, Marta Salsinha, foi “uma experiência incrível” poder competir com os maiores e melhores bailarinos e coreógrafos da Europa. Uma prestação que deixa orgulhosos os atletas mas também as localidades de Benavente e Coruche. Na comitiva, além dos 25 bailarinos, seguiram também pais e amigos dos atletas. Entretanto, Marta Salsinha está entre os oito nomeados para a categoria de melhor coreógrafo de estilo livre e contemporâneo de 2017, nos Prémios Internacionais Duende que distinguem o que de melhor se faz na dança em Portugal, Espanha, Gibraltar e França.
    Foto do Dia | 24-09-2017

    Edição Semanal

    Edição nº 1317
    21-09-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1317
    20-09-2017
    Capa Médio Tejo