uma parceria com o Jornal Expresso
27/07/2017
30 anos do jornal o Mirante
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
Sociedade | 07-07-2017 16:17

Plágio nos Jogos Florais de Alcanena

Executivo Camarário de Alcanena deliberou por unanimidade revogar a atribuição do 1º prémio Poesia adulto dos Jogos Florais por plágio.

A vencedora do 1º prémio de Poesia, categoria adulto , na 31ª edição dos Jogos Florais de Alcanena ganhou com recurso a plágio. A denúncia foi feita depois da declamação do poema vencedor Lembrar que te Esqueci, quando da entrega de prémios , no dia 11 de Junho.

Um Cidadão presente no Cine Teatro São Pedro detectou semelhanças entre o poema vencedor e o poema Metade de Oswaldo Montenegro e informou posteriormente o júri do concurso, presidido por Vicente Batalha , que explicou a O MIRANTE terem tido dificuldade em decidir a atribuição do primeiro prémio pela qualidade dos trabalhos, mas admitiu que o Júri não conhecia o Poema de Oswaldo Montenegro plagiado.

Depois da denúncia o júri reuniu com a vencedora , que assumiu as semelhanças e devolveu o prémio. O poema vencedor passa a ser Saudade de Luciana Branco, que tinha arrecadado o 2º lugar, e em 2º lugar ficou o poema Saudades do Mar de Efigénio Café.

Os prémios são de 200 Euros em material didáctico para o 1º prémio, 150 Euros para o 2º, e 75 Euros para o terceiro prémio.

A Câmara, que editou o livro com os trabalhos vencedores vai publicar uma errata para integrar na publicação que será distribuída às escolas e que foi oferecida a todos os participantes nos Jogos Florais de Alcanena.

Com o tema património Natural de Alcanena foram premiados 61 trabalhos entre 206 apresentados a concurso nas categorias de expressão artística e literária.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...