Sociedade | 03-08-2017 00:02

Atropelamento complica vida do presidente de Alpiarça

Atropelamento complica vida do presidente de Alpiarça

Mário Pereira atropelou idosa em passadeira e aguarda multa e a decisão sobre quanto tempo fica sem carta.

O presidente da Câmara de Alpiarça, Mário Pereira (CDU), atropelou uma senhora de 71 anos numa passadeira em Coimbra, quando se dirigia para uma reunião do conselho geral da Associação Nacional de Municípios Portugueses. O autarca deu-se logo como culpado aos agentes da autoridade e agora aguarda a notificação com o valor da multa que terá de pagar e o tempo que poderá ficar inibido de conduzir.

Mário Pereira, em declarações a O MIRANTE, garante que costuma telefonar com regularidade à vítima, que sofreu ferimentos ligeiros, para saber do seu estado de saúde e pretende ir visitá-la.

O autarca não tem motorista porque entende que os funcionários com esta categoria são mais necessários em outros serviços da câmara, que está desfalcada de pessoal. Mas se vier a ter de cumprir pena efectiva de inibição de conduzir por alguns meses, terá de arranjar quem conduza o carro do município.


Mário Pereira explica que circulava com o carro de serviço da câmara na baixa de Coimbra a baixa velocidade, no meio do trânsito, e não se apercebeu que o peão estava a atravessar a passadeira, não tendo conseguido evitar o embate.

Veja a explicação do autarca na edição semanal de O MIRANTE AQUI

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo