Sociedade | 15-08-2017 13:55

13 tertúlias alimentam a paixão pela festa brava em Coruche

Para o presidente de Coruche, Francisco Oliveira, estas tertúlias, são cada vez mais uma imagem de marca destas festas.

Em mais um ano das Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo, em Coruche, que decorre até 19 de Agosto, o espírito tauromáquico continua presente nas festividades. Este ano são treze as tertúlias onde se pode respirar a paixão pela festa brava e cultivar o convívio. Espaços criados em casas particulares onde grupos de amigos se juntam em convívio e são muito procuradas pelos visitantes durante as festas.


As tertúlias vão estar espalhadas pela vila. As tertúlias “do Arco”, “Aficion Coruchense” e “Capinhas de Coruche” vão estar na Rua Direita. As tertúlia “23” e “Barafunda” vão situar-se na Rua da Misericórdia. As tertúlias “Horta da Nora” e “O Litro” vão localizar-se junto ao Parque do Sorraia. A tertúlia “Venha Mais Um” pode ser encontrada na Rua de Santarém e, mais à frente, na Rua 5 de Outubro, a tertúlia “Risco ao Meio”. Junto à praça de toiros de Coruche vai estar a tertúlia dos Forcados Amadores de Coruche. E as tertúlias “90”, “Princesa do Sorraia” e “Vira a Caneca” vão estar abertas perto da Rua dos bombeiros municipais.


Para o presidente da Câmara de Coruche, Francisco Oliveira, estas tertúlias, são cada vez mais uma imagem de marca destas festas e têm vindo a aumentar de ano para ano. “As tertúlias são muito importantes numa altura em que a tauromaquia está a atravessar um período de muita dificuldade”, admite, explicando que são uma forma de não se perder estas raízes que “fazem parte de muitos municípios e de muitas pessoas”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo