Sociedade | 01-09-2017 09:27

Remodelação dos parques infantis no concelho do Cartaxo

Equipamentos encontravam-se bastante degradados e sem condições.

Os trabalhos de remodelação e manutenção dos parques infantis do concelho do Cartaxo estão em fase de conclusão faltando apenas executar a intervenção no Parque da Música, cujo contrato está em fase final de adjudicação. A informação foi dada pelo presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro (PS), em sessão camarária.

Pedro Ribeiro disse que o investimento total previsto para este mandato – mais de 76 mil euros – vai concretizar-se. “Em 2014 foram investidos mais de nove mil euros; em 2016 mais de 28 mil euros e em 2017 o investimento previsto é de quase 40 mil euros. Estão em fase de recepção de obra os trabalhos do Parque Infantil do Valverde e em fase de adjudicação os do espaço situado no Parque da Música, 18 mil euros e 21 mil euros de investimento, respectivamente”, explicou.

O autarca afirma que uma das maiores dificuldades que enfrentaram no início do mandato, que começou em Outubro de 2013, foi o abandono a que muito equipamentos estavam “votados, sem trabalhos de manutenção, sem controlo e sem inventariação rigorosa de necessidades”, disse.

Para o autarca esta foi uma das causas do elevado investimento que foi necessário para que os parques infantis pudessem voltar a ser frequentados em segurança pelas crianças e pelas famílias”, realçou, acrescentando que a necessidade de construir “quase tudo de raiz” obrigou a autarquia a um elevado investimento inicial que deverá continuar em outros parques, como o de Valada.

O presidente do município diz que foi necessário não só disponibilizar verbas para que os parques pudessem ser devolvidos à comunidade mas também reorganizar os serviços da câmara municipal, para que a todo o momento se conhecessem as condições de manutenção de cada parques e se enumerassem os trabalhos necessários para os manter seguros.

“Decidimos criar um novo processo de controlo, com a atribuição desta responsabilidade a um técnico da Divisão de Ambiente, Obras e Equipamentos Municipais, que mantém livros de registo de todos os trabalhos efectuados e relata as necessidades encontradas para que os parques infantis possam cumprir a legislação em vigor”, concluiu.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo