Sociedade | 08-09-2017 18:34

Alunos de medicina em Coruche para contactar com o país real

Alunos de medicina em Coruche para contactar com o país real

Estudantes da Universidade do Porto dinamizaram diversas actividades junto da população no âmbito do projecto “Medicina Vai...”

O concelho de Coruche foi o escolhido para a sexta edição da iniciativa “Medicina Vai...”, que contou com a participação de 50 alunos da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, do 1º ao 6º ano, todos eles voluntários, que dinamizaram diversas actividades junto da comunidade.

“No Porto estamos habituados a uma realidade muito citadina e com muitos recursos. Ao conhecermos a realidade de locais como este percebemos as dificuldades no acesso à saúde que existem em Portugal” explicou Marina Oliveira, aluna do 3º ano de medicina, pertencente á Comissão Organizadora.

Os estudantes dividiram-se em quatro equipas e realizaram várias actividades, desde rastreios à dinamização de um Mini Hospital dos Pequeninos. A iniciativa chegou junto de creches, centros de dia, associações seniores e outras IPSS.

Houve um grande interesse da população pela iniciativa, com muitas pessoas a aproveitarem a oportunidade para tirar algumas dúvidas sobre questões de saúde. Desde as crianças aos idosos todos se mostraram satisfeitos com as actividades realizadas.

A população ficou principalmente satisfeita com as actividades porta-a-porta realizadas na Branca, Lamarosa e Rebocho, junto de pessoas que vivem nas zonas periféricas de Coruche, proporcionando-lhes uma oportunidade, muitas vezes rara, de monitorizarem a sua saúde.

Os alunos voluntários agradeceram a hospitalidade dos coruchenses. A grande maioria dos estudantes nunca tinha visitado o concelho. Mas depois de conhecerem a realidade garantem que “Coruche é o sitio ideal para realizar um projecto destes”, como afirma o estudante Daniel Guimarães, por ser um local bastante periférico. Quando o projecto estava a ser organizado contactaram a Câmara de Coruche e foi-lhes dito que este município tinha freguesias com graves problemas no acesso à saúde, havendo muitas famílias que se encontram isoladas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Na quermesse das festas de Ulme
    Foto do Dia
    Durante os dias das festas de Ulme, um dos grupos que nunca parou foi o da quermesse. Entre canecas, pratos, chávenas de café, copos e panos de cozinha, tudo podia sair nas rifas vendidas no espaço assegurado por 12 jovens voluntários que ajudaram noite e dia para um objectivo comum: angariar fundos para a construção da sede da Sociedade Recreativa Ulmense.
    Foto do Dia | 25-09-2017

    Edição Semanal

    Edição nº 1317
    21-09-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1317
    20-09-2017
    Capa Médio Tejo