Sociedade | 08-09-2017 09:27

Recuperar habitações sociais em Vila Franca de Xira custou dois milhões de euros

Recuperar habitações sociais em Vila Franca de Xira custou dois milhões de euros

Famílias ocupam apartamentos públicos mas não cuidam deles.

Nos últimos quatro anos o município de Vila Franca de Xira gastou dois milhões de euros a recuperar casas do seu parque habitacional para serem entregues e usados por agregados familiares carenciados.


O número foi avançado na última reunião pública do executivo pelo presidente do município, Alberto Mesquita (PS), que relevou a entrega, no mesmo horizonte temporal, de 153 novos apartamentos a famílias carenciadas. Tratam-se de habitações que tiveram de ser requalificadas e preparadas para voltarem a ser usadas. Isto porque muitas habitações continuam a ser alvo de vandalismo e falta de cuidado por parte dos inquilinos.


Além do roubo ou destruição de torneiras, tomadas de electricidade e balcões de cozinha, há também quem faça fogueiras no interior das habitações no Inverno e outros que destroem as paredes com pinturas. Recuperar as casas é um processo moroso e dispendioso. O município tem 1100 habitações que não chegam para a procura, das quais perto de seis dezenas não estão ainda em condições de serem habitadas devido aos danos.

Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE AQUI

Mais Notícias

    A carregar...
    Na quermesse das festas de Ulme
    Foto do Dia
    Durante os dias das festas de Ulme, um dos grupos que nunca parou foi o da quermesse. Entre canecas, pratos, chávenas de café, copos e panos de cozinha, tudo podia sair nas rifas vendidas no espaço assegurado por 12 jovens voluntários que ajudaram noite e dia para um objectivo comum: angariar fundos para a construção da sede da Sociedade Recreativa Ulmense.
    Foto do Dia | 25-09-2017

    Edição Semanal

    Edição nº 1317
    21-09-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1317
    20-09-2017
    Capa Médio Tejo