Sociedade | 21-09-2017 00:02

Funcionária da Junta de Alhandra despedida por suspeita de desviar dinheiro

Funcionária suspeita de ter desviado, nos últimos anos, perto de 20 mil euros dos cofres da junta foi despedida após processo disciplinar.

A funcionária suspeita de ter desviado, nos últimos anos, perto de 20 mil euros dos cofres da Junta de Freguesia de Alhandra, São João dos Montes e Calhandriz foi despedida na sequência do processo disciplinar que lhe foi movido pela autarquia. A confirmação foi dada esta semana a O MIRANTE por fonte ligada ao caso.

O processo disciplinar está concluído e determinou que existem factos suficientes e graves para proceder ao despedimento da funcionária. O processo foi conduzido por um jurista da Câmara de Vila Franca de Xira, figura idónea e sem relacionamento com a Junta de Alhandra. A autarquia ainda não foi ressarcida do dinheiro que alegadamente terá sido desviado mas esse é um caso que ainda se encontra nas mãos do procurador do Ministério Público (MP) de Vila Franca de Xira.

O MIRANTE sabe que a justiça tem solicitado diversa documentação à junta e que esta tem colaborado. O processo disciplinar será também um dos documentos a fazer parte do processo movido pelo MP.

Em Janeiro último, durante uma assembleia de freguesia, o presidente da junta, Mário Cantiga (CDU), já tinha defendido “tolerância zero” para a funcionária em causa e garantiu que o executivo não iria abdicar de ser totalmente ressarcido das verbas desaparecidas.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo