Sociedade | 23-09-2017 19:22

PSD do Cartaxo lamenta que Campo Seguro tenha ficado na gaveta

Presidente do município admite que processo não correu bem mas mantém expectativa de implementá-lo ainda este ano.

O presidente da Câmara do Cartaxo mantém a expectativa que o projecto Campo Seguro possa avançar ainda este ano. No entanto, Pedro Magalhães Ribeiro (PS) admite que o processo de implementação do projecto não correu bem. O autarca respondia às críticas do eleito na assembleia municipal, José Barroso (PSD), da bancada que avançou com a proposta em 2015.

José Barroso mostrou-se decepcionado por estarem em final de mandato e o projecto continuar na gaveta. “Foram feitas algumas diligências pelo senhor presidente mas o projecto nunca saiu da gaveta, apesar de estar cabimentada uma verba no orçamento deste ano para isso”, criticou.

A Assembleia Municipal do Cartaxo aprovou, em Abril de 2015, a proposta do PSD para que o município implementasse o projecto “Campo Seguro”, que existe desde 2011. “A implementação deste projecto, como medida preventiva, além da eficácia na formação e difusão das melhores práticas de segurança e prevenção, tem como objectivo principal diminuir a criminalidade expressa em furtos nas zonas rurais, cujo acesso é feito por estradas e caminhos municipais de campo. Criminalidade que muitos prejuízos materiais tem trazido aos agricultores/produtores do nosso concelho”, referiu, na altura, o PSD na proposta apresentada.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo