Sociedade | 13-10-2017 00:02

Mulher com pulseira electrónica por ter ateado fogo a motociclo do companheiro em Santarém

Caso ocorreu no Bairro do Choupal, em Santarém.

Uma mulher suspeita de ter ateado fogo ao motociclo do companheiro junto a uma habitação, no bairro do Choupal, em Santarém, fica a aguardar julgamento com vigilância electrónica, apenas podendo sair de casa para ir trabalhar.

A medida de coacção aplicada pelo juiz de instrução, que inclui ainda a proibição de contactos com o companheiro, foi promovida pelo Ministério Público por este considerar que existe perigo de “continuação da actividade criminosa e de alarme social”, visto que os factos “foram do conhecimento geral dos habitantes” do bairro onde ocorreu o crime de incêndio no dia 3 de Outubro.

Em comunicado, a Procuradoria da Comarca de Santarém sublinha que o incêndio do veículo se propagou à habitação junto à qual este estava estacionado, “colocando em perigo as pessoas que se encontravam no interior da casa”, não tendo havido qualquer vítima graças à acção dos bombeiros.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1329
    13-12-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1329
    13-12-2017
    Capa Médio Tejo