Sociedade | 13-11-2017 13:18

Guardas metidos na rua para não incomodarem cão já não protegem casa de ministro

Guardas metidos na rua para não incomodarem cão já não protegem casa de ministro

GNR deixa de fazer serviço dois dias após O MIRANTE ter noticiado a situação

A GNR deixou de fazer segurança à casa do ministro da Administração Interna no concelho de Santarém, depois de O MIRANTE ter noticiado que os militares tinham sido postos na rua, à porta da quinta de Eduardo Cabrita, sem as mínimas condições, para não incomodarem o cão.

Os guardas tinham de ir à casa de banho da colectividade mais próxima, comiam sandes dentro do carro e tinham a sua segurança em risco, porque durante grande parte do dia e da noite apenas havia um elemento no local, numa zona praticamente isolada, devido à falta de meios nos postos do destacamento de Santarém.

Segundo O MIRANTE confirmou, Eduardo Cabrita, que há cerca de um mês substituiu a anterior ministra Constança Urbano de Sousa, comunicou que vai mudar a sua residência oficial para Lisboa.

No sábado, dois dias depois da notícia que dava conta dos problemas que a GNR estava a ter para assegurar a protecção da residência, a Guarda deixou de fazer a protecção à quinta do ministro, onde vivia em permanência com a esposa, Ana Paula Vitorino, que é ministra do Mar.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1326
    22-11-2017
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1326
    22-11-2017
    Capa Vale Tejo