Sociedade | 20-11-2017 10:19

Azambuja aumenta valor das bolsas de estudo para alunos do ensino superior

Autarquia decidiu aumentar o valor das bolsas de estudo dos 600 para os mil euros por ano lectivo.

A Câmara de Azambuja decidiu aumentar o valor das bolsas de estudo que atribui a alunos do ensino superior, passando dos 600 para os mil euros por ano lectivo. “Percebemos que era necessário aumentar o valor das bolsas porque averiguámos que as propinas mais baixas do ensino superior público em Portugal são de 999 euros e os 600 euros que atribuíamos não chegavam para assegurar a frequência dos jovens no curso que escolhessem”, esclareceu a vereadora com o pelouro do Ensino, Sílvia Vítor. Para que os alunos recebam a bolsa de frequência na licenciatura necessitam de passar a todas as disciplinas, não deixando nenhuma para trás.


A autarquia também aprovou o alargamento do regime de atribuição de bolsas a todos os alunos cujo rendimento do agregado familiar seja igual ou inferior a 500 euros per capita, quando até agora era destinado apenas a casos em que os rendimentos das famílias fossem iguais ou inferiores a 400 euros per capita.


Até agora, a autarquia atribuía 14 bolsas de ingresso no ensino superior (será nestas que a mudança será sentida), 14 de frequência na licenciatura (que os alunos recebiam ao chegarem ao segundo, terceiro ou mais anos do curso) e ainda duas bolsas de frequência de mestrado. O período de candidatura às bolsas de estudo começa em Dezembro deste ano.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo