Sociedade | 04-12-2017 10:10

Fátima quer consolidar número de peregrinos asiáticos

Este é um momento particularmente significativo para os cristãos da Ásia que nos visitam".

A consolidação do número de peregrinos de origem asiática que visita Fátima é um dos objectivos do Santuário, revelou hoje o reitor Carlos Cabecinhas, à margem da apresentação do novo Ano Pastoral.

Constatando que o número de peregrinos oriundos da Ásia tem vindo a aumentar nos últimos anos no Santuário de Fátima, Carlos Cabecinhas disse acreditar que será possível "consolidar esta tendência de aumento do grupo de peregrinos provenientes da Ásia".

"Assistimos a um aumento considerável dos peregrinos de origem asiática e o que pretendemos agora é consolidar essa afluência de peregrinos, como se tem consolidado a afluência de peregrinos vindos de outras partes do mundo. Este é um momento particularmente significativo para os cristãos da Ásia que nos visitam", frisou o reitor do Santuário.

Depois de concluídas as comemorações do Centenário das Aparições, Carlos Cabecinha afirmou que não tem dúvidas de que o Santuário continuará a "ter particular carinho e atenção de muitos dos peregrinos a nível mundial".

Mas admitiu que 2017 "foi um ano especial, atípico, e, por isso, não será possível replicar em termos numéricos no próximo ano o nível e a intensidade de visitas".

"Aquilo que pretendemos é elevar o número de peregrinos que nos visitam e que aceitam a proposta do Santuário para a vivência deste triénio", rematou.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1329
    13-12-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1329
    13-12-2017
    Capa Médio Tejo