Sociedade | 11-12-2017 18:10

A história da Orquestra Típica Scalabitana em livro

A história da Orquestra Típica Scalabitana em livro

Volume de memórias é apresentado dia 20 de Dezembro em Santarém.

Os sessenta anos de actividade da Orquestra Típica Scalabitana (OTS) foram condensados em livro pela mão de Armando Paulo, um profundo conhecedor da história do emblemático cultural nascido em 1946 no seio do Orfeão Scalabitano. O livro chama-se “História viva de uma grande orquestra” e vai ser apresentado no dia 20 de Dezembro, pelas 21h30, no antigo ginásio do Seminário, em Santarém, hoje convertido em biblioteca e casa de cultura. Foi nesse espaço que a OTS apresentou o seu primeiro espectáculo, em Março de 1946, e no dia 2o vai ali comparecer novamente.

Armando Paulo, que integrou a OTS entre 1976 e 2006, criou um volume de memórias do grupo, “com os seus maestros, músicos, vocalistas e voralistas, homens, mulheres, rapazes e raparigas que, desde a sua fundação, souberam honrar este projecto que continua a fazer parte da riqueza cultural desta cidade, deste distrito, do nosso país e dos mais variados locais na Europa, onde a Orquestra teve oportunidade de divulgar a sua musicalidade própria”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1333
    11-01-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1333
    11-01-2018
    Capa Médio Tejo