Sociedade | 15-12-2017 00:07

Comunidade do Médio Tejo aprova orçamento de 5,8 ME para 2018

Miguel Pombeiro foi reeleito como secretário executivo da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, cargo que ocupa desde 2013.

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) aprovou o orçamento para 2018 no valor de 5,8 milhões de euros, menos 0,8 milhões do que o do presente ano, disse o secretário executivo daquele organismo.

Os projectos integrados no plano para 2018 apresentam um investimento global de 5,8 milhões de euros e "seguem as orientações do plano estratégico de desenvolvimento do Médio Tejo 2014-2020", disse Miguel Pombeiro, num documento distribuído por áreas como cultura, turismo, saúde, educação, empreendedorismo, ciência, inclusão social, mobilidade, urbanismo, eficiência energética, território e modernização administrativa, entre outros sectores.

Em declarações Pombeiro disse na quinta-feira, 14 de Dezembro, que as Grandes Opções do Plano e Orçamento aprovados pela Assembleia Intermunicipal da CIMT na noite de quarta-feira permite que os 13 municípios do distrito de Santarém que integram a Comunidade Intermunicipal (CIM) "continuem a seguir um trabalho de articulação entre municípios e os vários parceiros regionais, com a dinamização de parcerias para o desenvolvimento de projectos na região, evitando redundâncias, e atingindo os objectivos propostos com a maximização dos recursos".

Os 36 deputados presentes deste órgão deliberativo constituído por elementos das assembleias municipais dos 13 concelhos da região aprovaram por maioria as Opções do Plano e Orçamento para 2018 (três votos contra da CDU), documento que assenta em cinco vectores.

A valorização dos recursos endógenos e do potencial turístico [cerca de 1 milhão de euros], incorporação de valor na actividade empresarial [180 mil euros], promoção da coesão e da qualidade de vida [1 milhão de euros], consolidação da massa crítica e urbana [mais de meio milhão de euros] e governação inteligente e multidimensional [perto de 2 milhões de euros] são as rubricas que absorvem a quase totalidade do orçamento da CIM do Médio Tejo para 2018.

As Rotas e Percursos em Património Natural, a programação Cultural em Rede - Caminhos, o 'MARIA' - Estratégia Integrada de Intervenção na Área da Violência Doméstica e de Género, o projecto 'Transporte a Pedido', o cadastro de infraestruturas em baixa e a eficiência hídrica, a gestão integrada de protecção civil e florestas, o sistema de videovigilância e a adaptação às alterações climáticas, são alguns dos Projectos que vão principiar em 2018 ou que,6 tendo já tido início, vão ter continuidade no próximo ano.

No domínio da Mobilidade e Transportes, destaca-se a continuidade do Transporte a Pedido no Médio Tejo, um projecto pioneiro a nível nacional no domínio da mobilidade flexível, sendo que, no âmbito do turismo e cultura, o ano de 2018 marca também "o primeiro ano de plena operacionalização" do Plano de Acção para os Produtos Turísticos Integrados de Base Intermunicipal, assente em produtos turísticos âncora, como o turismo Náutico (Albufeira de Castelo do Bode e ‘wakeboard’), Turismo Religioso (Fátima e Tomar), e o Turismo Cultural (Templários, Castelos do Tejo e Museu Nacional Ferroviário).

Alinhados com a Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas (ENAAC 2020), a qual está enquadrada com as metas europeias, em 2018, serão realizadas as acções aprovadas em candidatura no âmbito do POSEUR, designadamente a realização de Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas no Médio Tejo.

Nesta reunião da Assembleia Intermunicipal do Médio Tejo foi ainda eleita a nova mesa, tendo sido reeleitos o presidente da Assembleia Municipal (AM) de Torres Novas, Trincão Marques, Ana Vieira (Ourém) para a vice-presidência, e João Henriques Simões (Tomar) como secretário.

Miguel Pombeiro, ex-autarca e membro do conselho executivo durante 16 anos, foi reeleito como secretário executivo da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, cargo que ocupa desde 2013, com 33 votos favoráveis e três abstenções.

A CIMT integra os municípios de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo