Sociedade | 18-12-2017

GNR retira do Tejo em Valada redes de pesca ilegal do Meixão

Operação detecta elevado número de redes que leva a investigação por crimes ambientais.

A GNR retirou do Tejo uma dezena de redes de pesca ilegal do meixão na zona de Valada, concelho do Cartaxo, só durante a manhã desta segunda-feira, 18 de Dezembro. A operação de combate à pesca ilegal destas enguias bebés, com alto valor no mercado, chegando a custar entre 500 e 800 euros o quilo, decorre durante todo o dia. O meixão que está nas redes é devolvido ao Tejo. Pela quantidade de artefactos apreendidos a GNR classifica a situação como crime ambiental e vai prosseguir as investigações para encontrar suspeitos.

Esta acção enquadra-se numa operação alargada da GNR no distrito de Santarém, de combate à pesca ilegal. Esta operação começou em Novembro com a monitorização, vigilância e localização dos locais de pesca, que deram agora lugar a esta operação no terreno. A Guarda prepara-se para mais acções do género nos próximos dias.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1334
    17-01-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1334
    17-01-2018
    Capa Médio Tejo